Como construir uma fundação de pedra sem cimento

Esse é um relato do que aprendi por experiência, com dicas que podem economizar o trabalho de iniciantes. Construir uma fundação somente com pedras requer paciência e gosto por um trabalho quebra-cabeça, pois o segredo é saber encaixá-las de modo que uma estabilize a outra. Aviso que as dimensões de fundação que eu vou sugerir é para sustentar obras pequenas (bancos, fornos, pequenos galpões, casas de cachorro, muros de jardim, etc). Se você quer construir algo como uma casa, você pode utilizar essa técnica, mas pesquise em livros de bioconstrução sobre as dimensões mais apropriadas.

fundacao pedra bioconstrucao

Detalhe da fundação da Toca

A fundação que terminei de construir vai sustentar uma pequena construção (apelidada por mim de Toca) que terá no máximo 1,50 metros de altura. A terra onde estou construindo, em Maquiné/RS, tem pedra pra todos os lados. Isso facilitou muito a minha vida, pois teria sido árduo ficar carregando pedras em distâncias consideráveis até o local de construção. Se você quer construir com pedras, recomendo que faça isso onde elas estejam bem próximas – ou você pode comprá-las, e eles vão entregar até onde houver acesso à estrada. Em todos os casos, tenha um carrinho de mão para te ajudar.

O fato de estar cercada por pedras não foi o único motivo que me fez optar por esse material – fundações de pedras são lindas. Eu, pelo menos, nunca vi uma que fosse feia. Pedras empilhadas sobre o solo têm uma aparência muito natural e podem durar “pra sempre” (em tempos humanos). Se você tiver acesso local a boas pedras, é possível que não gaste um centavo com sua fundação. Mas isso tem um outro tipo de preço: você vai ter que aprender a entrar no ritmo das pedras. Se você é acostumadx com o ritmo da cidade, pode ser difícil no início. Mas se é realmente o que quer, persista.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Antes de começar, considere:

Você vai trabalhar com elementos geológicos que levaram eras para ter esse formato e estarem onde estão. As pedras são lentas, não gostam de pressa e não vão se ajustar às suas expectativas de tempo, a não ser que você as modifique em formatos mais quadrados e previsíveis. De qualquer maneira, sinta-se gratx com elas e não brigue. Enquanto estiver tentando encaixá-las, você vai ver que isso não é só papo meu.

Depois de passar por momentos difíceis com elas, aprendi que para construir uma base sólida apenas com pedras deve-se vigiar qualquer inquietude da mente durante o processo (caso ela exista, como no meu caso que tinha uma pressa sem fundamento). O trabalho de encaixar pedras de maneira que uma dê estabilidade à outra flui muito melhor com calma e concentração.

E por favor, não vá construir uma fundação abaixo de um sol de verão como eu fiz. Escolha um local com sombra, que tenha árvores para amarrar lonas ou trabalhe durante uma meia estação.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Agora sim! Passo-a-passo prático:

Então você tem acesso às pedras e tem certeza que quer usá-las para sustentar sua obra. Já é um passo. Você tem as ferramentas necessárias? Não precisa de muitas: eu usei apenas um carrinho de mão e uma enxada (uma pá ajuda também). Se você não está construindo sozinhx, pode ser bom ter mais de um de cada.

Escolha um local onde a água da chuva não acumule. Ou seja, não construa num “buraco”. Dê preferência a lugares planos e mais altos que os arredores. Se você construir sobre um declive, vai ter que fazer um nível antes (pesquise sobre como fazer isso direito). Prefira também uma terra mais firme, para ter menos trabalho batendo o solo (isso cansa muito). Considere a possibilidade de fazer uma vala de drenagem ao redor, se necessário.

cob-fundacao-vala

Vala de fundação (do blog Canadian Dirtbags)

O primeiro passo é cavar a vala para assentar a fundação. Planeje bem a largura dela. Hoje eu gostaria de ter feito um pouco mais larga do que fiz a minha, pois à medida que você sobe a fundação, a tendência é que afunile pelo menos um pouco. Considere que a largura do topo do fundação vai definir a largura da base da parede. Então, sabendo a largura que a base da sua parede terá, você já sabe que é melhor cavar a vala um pouco mais larga do que isso.

Uma dúvida comum é o quão fundo cavar a vala. Isso vai depender do porte da sua obra. Como a minha é pequena, eu cavei apenas uns 25cm e derramei uma camada fina de pedras pequenas por cima do solo já batido (para ajudar na drenagem). Mas se o que você está construindo é do tamanho de uma casa, certamente é melhor cavar mais fundo e investir mais em drenagem. Você pode encontrar informações mais detalhadas no livro The Cob Builders Handbook (por Becky Bee), disponível na internet em inglês, ou outro livro a respeito. Vou me focar mais em explicar como fazer a fundação só no encaixe das pedras, pois é sobre isso que não há muito material.

~~~~~~~~~~~~~~

Coisas para adiantar ao cavar a vala:

– Deixe por perto a terra que você cavou. Se você peneirá-la, pode extrair pequenas pedras para cobrir o fundo da vala (isso ajuda na drenagem). Ela também pode servir para fazer paredes de cob/barro (exceto a camada superficial do solo, que não costuma ser boa para construção).

– Desde o início, separe em um balde todas as pedras pequenas/médias em formato de cunha ou triangulares que encontrar. Elas vão ser muito valiosas quando você estiver encaixando as pedras maiores.

~~~~~~~~~~~~~~

A vala está pronta? O próximo passo é trazer as pedras para o entorno da obra. A lógica é a seguinte: nas primeiras camadas da fundação, você vai utilizar as maiores pedras que tiver. À medida que vai subindo, o tamanho das pedras vai diminuindo (não obrigatoriamente, mas tende a ser assim). Então,  se você dispor as pedras ao redor da sua vala em ordem decrescente de tamanho, vai facilitar sua vida. Deixe um espaço entre as valas e as pedras para poder se locomover com conforto.

Que tipo de pedra escolher? Os livros dizem para escolher as mais quadradas que você achar, ou que pelo menos tenham um ou dois lados planos. É bem fácil olhar uma pedra e julgar se ela é “encaixável”, acho que não preciso falar muito sobre isso. Prefiro desenhar. A melhor dica é evitar pedras arredondadas, ou não usá-las.

pedras-fundacao

Chegou a hora de começar a fundação! Certifique-se que o fundo da vala está bem firme – se não, bata bem com seus próprios pés ou um socador. Isso é muito importante, pois minimiza possíveis movimentos da terra que desestabilizam o que está em cima. Quando estiver tudo certo, pegue as pedras maiores (mas cuidado com sua coluna, mantenha a postura reta) e deite-as sobre o fundo da vala. Pedras grandes obviamente tendem a ficar mais estáveis por serem mais pesadas. Por isso, vale a pena carregá-las – a primeira camada foi a que eu fiz mais rapidamente por causa disso.

Quando uma grande pedra não fica estável de primeira ao deitá-la sobre o solo, empurrar um pouco pro lado muitas vezes resolve. Com a palavra “estável”, me refiro a ela não se mexer se você caminhar sobre ela. Se a pedra não estabilizar sozinha em nenhum ponto, pegue uma pedra menor em forma de cunha e coloque embaixo dela, até que ela não se mexa mais. Faça isso até cobrir toda a vala.

Caminhe sobre essa primeira camada. Ela vai estar pronta quando nenhuma pedra vibrar abaixo de seu peso. Parabéns!

A função dessas pedras não é apenas segurar o que há em cima. Elas também barram a umidade do solo, prolongando a vida da parede de terra crua e deixando o ambiente interno mais agradável para um humano. O ar conduz essa umidade, e a terra também. Por isso, tenha baldes cheios de pequenas pedras (brita serve, mas é um material menos sustentável e não é de graça) e derrame-as pra dentro de qualquer lacuna que existir entre as pedras, até enchê-las. Pegue uma estaca fina e empurre-as para que não fiquem espaços vazios embaixo. Não precisa ser muito perfeccionista com isso.

Descanse, tome um café/chá enquanto admira sua obra (descobri que isso é muito importante). Relaxe, alongue-se, não sobrecarregue seu corpo. Faça desse ofício um prazer, e não um trabalho auto-escravo.

Ilustração: Becky Bee (The Cob Builders Handbook)

Ilustração: Becky Bee (The Cob Builders Handbook)

Depois, pode começar a segunda camada da mesma maneira que a primeira. Se ainda tiver pedras grandes, use-as. Dê sempre preferências às maiores, essa é uma opinião minha. As pedras menores dão mais trabalho porque demandam mais encaixes por espaço, e pesam menos. Se você não quer que sua fundação afunile, fique consciente disso enquanto trabalha. Mas é recomendável que tenha algum afunilamento para que tenha mais força, a exemplo da base de um tronco de árvore. Outra coisa importante é deitar as pedras de modo que tapem as lacunas entre as pedras da camada abaixo, como ilustrado.

Muitas vezes você vai colocar uma nova pedra sobre a fundação e sentir que ela vibra só um pouco. Olhe embaixo dela e descubra o espaço vazio que permite isso. Pegue uma pequena pedra (cunha) e encaixe embaixo até que não vibre mais. É incrível a frequência com que se precisa de uma cunha ou uma pedra triangular para preencher lacunas entre pedras! São jóias preciosas para quem está fazendo uma fundação de encaixe. Tenha sempre um balde ao seu lado com muitas delas.

Ao terminar outra camada, derrame de novo as pedrinhas para dentro das lacunas. Cuidado para não exagerar com elas. Essas pedras só servem pra enchimento, não dão sustento a nada. No início eu estava usando-as demais, e colocava pedras maiores sobre elas. Claro que depois essas pedras vibravam quando eu ia fazer o teste de caminhar por cima. Tive que desmanchar e fazer tudo de novo.

Evite que as partes de cima das camadas fiquem planas demais. Assim é menos provável que vão dar “liga” com a próxima camada que vier por cima. Preste atenção também na última camada da fundação. Para que o cob assente bem sobre ela, é importante que seja minimamente acidentada, e não lisa. Porém, evite que desnivele muito pros lados como na ilustração do meio (abaixo) – se não o cob pode resvalar enquanto fresco.

fundacao-pedra-bioconstrucao

Ilustração: Becky Bee (The Cob Builders Handbook)

Qual é a altura mínima para fazer uma fundação simples? A recomendação é que a terra crua não assente abaixo de 20 cm acima do nível do solo, para que não puxe a umidade que sobe da terra. Isso significa uma coisa muito legal que economiza trabalho: quando você já tiver levantado pelo menos 20 cm de fundação, na próxima camada você pode optar por usar barro/cob como argamassa entre as pedras. Assim o trabalho vai fluir bem mais rápido e ser menos quebra-cabeça, pois os encaixes já não vão mais precisar serem tão precisos.

~~~~~~~~~~

Conforto e Segurança:
– Use luvas (aquelas de tecido cobertas com borracha) enquanto constrói, mesmo que esteja calor. Cobras, aranhas e formigas adoram morar embaixo de pedras. Várias aranhas foram fazer suas casas na primeira camada da minha fundação, enquanto eu construía as de cima. Não mate elas, é quase sempre desnecessário. É só afastá-las com uma vara comprida.

– Evite ou não trabalhe com sol direto na cabeça. Faça um teto temporário, se puder (com uma lona). No mínimo, use um chapéu com abas.

– Se você não sabe como levantar peso com a postura correta, pesquise sobre isso.

– Use munhequeiras ortopédicas. Isso vai evitar dores nos pulsos.

~~~~~~~~~~

toca-lateral-paredes-fundacao

É basicamente isso o que eu gostaria de passar adiante sobre fundações só de pedra. Pode ser que eu ainda atualize esse post caso tenha esquecido de algo. Espero que lhe seja útil! Boa sorte!

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em bioconstrução, permacultura

3 Respostas para “Como construir uma fundação de pedra sem cimento

  1. Emerson

    Que Bacana! Ajudou Muito. Obrigado!

  2. andrea

    muito boa as dicas! Vou construir a minha :), mas vou ter que compras as pedras 😦

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s